A tradicional auditoria das urnas, começou a ser realizada às 18h desta segunda-feira, de maneira pública, no cartório eleitoral em Poços de Caldas. O objetivo principal do procedimento, que é padrão, é em contestar a eficácia e até rechaçar qualquer boato de fraudes nas urnas.

Nesta segunda aliás, desde às 7h foi feita a carga das urnas, com posterior checagem por parte dos servidores da zona 222.

Para o procedimento, a imprensa foi convocada, e também cartas convite, foram enviadas, à todas as pessoas que registraram boletins de ocorrência, junto a PM.

Na auditoria, foram escolhidas aleatoriamente duas urnas. Uma das pessoas participantes, escolheu a urna 159, equipamento que ela teria registrado um B.O. no primeiro turno, alegando que um erro foi constatado. E a outra, mediante a sorteio, foi a 331.

Toda a simulação foi feita para mostrar o procedimento padrão de cada uma das urnas eletrônicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here