Foi lançada, nesta segunda-feira (27), a campanha “Poços Cultural”, cuja proposta é estimular o apoio das empresas privadas a projetos culturais do município, através dos mecanismos de incentivos fiscais. A iniciativa conjunta das secretarias de Cultura e Desenvolvimento Econômico conta com vídeo e cartilha explicativa.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Ricardo Fonseca, reuniões já foram agendadas com empresários de diversos ramos de atuação para apresentação do material, que traz as modalidades dos incentivos fiscais nas esferas federal, estadual e municipal, quem pode incentivar e como funciona na prática.

“Quando começamos a desenvolver o plano de retomada econômica do município, nossa ideia era abarcar todos os setores, como comércio, indústria, serviços, e a cultura não poderia ficar de fora, já que é uma das parcelas da sociedade economicamente ativa mais impactada durante a pandemia”, ressaltou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Thiago Mariano.

Também presente ao evento de lançamento, que aconteceu no Espaço Cultural da Urca, o presidente do Grupo DME, José Carlos Vieira, falou sobre a experiência da empresa pública como grande incentivadora cultural da cidade. “As empresas que incentivam projetos culturais estão cumprindo sua missão na sociedade”, disse. Ele colocou a expertise do Grupo DME à disposição em ações de sensibilização junto ao empresariado local.

Os mecanismos de incentivos fiscais são uma forma de estimular o apoio da iniciativa privada ao setor cultural. Com eles, o governo abre mão de parte dos impostos que recebe de pessoas físicas ou jurídicas para que esses valores sejam investidos em projetos culturais que ajudam a transformar o cenário da comunidade.

“Essa é uma demanda já antiga da classe, sabendo que existe uma produção muito qualificada de projetos e ações culturais do município por parte dos artistas, dos produtores e dos empresários culturais. Porém existe também uma dificuldade de fazer com que o empresariado entenda a importância desses mecanismos e, mais que isso, entender a importância da cultura como fator de desenvolvimento do território. Olhamos isso com os melhores olhos. Realmente é uma conquista”, pontuou o presidente do Conselho de Política Cultural, Pedro Cezar Carvalho de Moraes.

A ideia da campanha nasceu de uma carta enviada aos empresários locais pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Thiago Mariano. A partir daí, a Mixiricar-Te Cultural e o produtor audiovisual China Trindade viabilizaram a gravação gratuita de um vídeo que visa orientar e sensibilizar os empresários locais.

“É um momento histórico. Há muitas assinaturas dos termos de compromisso que a gente vem ressaltando como é importante o envolvimento das empresas, essa articulação entre a classe artística, o setor público e a iniciativa privada”, celebrou o músico e empresário do setor cultural, Ricardo Valias, o Malabi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here