O fontanário ao lado das Thermas Antônio Carlos, conhecido popularmente como fonte de leãozinho, voltou a funcionar. Um novo sistema hidráulico foi instalado na fonte, localizada na Praça Elisário Junqueira, sem que houvesse alteração na estrutura arquitetônica.

O mecanismo foi criado por Roberto Cruz de Oliveira, artesão que trabalha na Expo-Arte de Rua, ao redor das Thermas e observava a fonte há anos. Ele identificou um problema hidráulico e apresentou a ideia de solucioná-lo ao prefeito Sérgio Azevedo e ao DMAE. Roberto, que possui conhecimentos na área de hidráulica e da estrutura da fonte, disse que “foi um trabalho árduo mas que valeu a pena”.

O trabalho teve apoio operacional da Prefeitura e do departamento. Com o novo sistema, a água é canalizada e direcionada por meio de três mangueiras que correspondem às saídas da fonte. Houve aumento do diâmetro do cano que liga a captação de água à superfície e conexão de um cabo de aço a um ímã para puxar as mangueiras até as bocas do leão. “Essa parceria com o senhor Roberto foi muito bem-vinda. É um exemplo de cidadania. Ele reconheceu o patrimônio público como seu”, diz o diretor do DMAE, Paulo César Silva.

O departamento de água estuda futuras intervenções e adaptações no sistema, que é provisório.

A fonte do leãozinho foi construída na década de 1930. A água do fontanário é potável e faz parte do complexo do Fontanário Pedro Botelho. “Agora, a comunidade e os turistas podem voltar a usufruir dessa famosa fonte e importante ponto turístico da cidade”, observa o prefeito Sérgio.

Fontes

O DMAE monitora diversos fontanários da cidade. Recentemente, também houve melhorias no Mercado Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here